Sal e Palavras

abril 29, 2016 2 Comentários A+ a-




Você gosta de macarronada, arroz e feijão quentinho com aquele belo bife de frango acebolado? Huumm!!! Se você estiver com fome agora, provavelmente você deve ter até salivado só de pensar nesta bela refeição né? Mas... e se tudo isto for cozido sem sal? Completamente sem nenhum tempero? Agora ficou um pouco mais difícil de se agradar do prato, não é mesmo? Embora todos os alimentos naturalmente já contenham uma certa dose de sal ou açúcar, o sabor fica completamente diferente (e muito melhor!) quando adicionamos um pouco de tempero, na medida certa!

E é este equilíbrio que Paulo pede que os cristãos da Igreja de Colossos tenha em suas palavras, afim de que as pessoas que ainda não fizessem parte daquela comunidade pudessem ver neles o testemunho de Cristo, aceitando com graça a mensagem proposta pelo Evangelho.

Em uma geração que não se importa com o que fala e nem como fala, esta é uma orientação bíblica muito relevante para nossa caminhada cristã. Será que estamos agradando a Deus com a forma como temos conversado com as pessoas? Nossas palavras tem sido agradáveis? Ou em nome de uma vã razão, temos agredido verbalmente as pessoas que nos rodeiam?

Uma flecha quando sai das mãos do arqueiro, ela jamais retornará sem antes cumprir o trajeto pelo qual ela foi lançada; assim são nossas palavras lançadas ao vento em direção as pessoas com quem compartilhamos nossas ideias e opiniões. Se são palavras amargas, cheios de ira, inveja, discórdia, tais palavras cumprirão seu propósito na vida do próximo - e é extremamente importante lembrar que, o perdão não apagará da mente o estrago infeliz que tais palavras geraram no coração do outro! 

Por isto, antes de falar, devemos meditar na forma como vamos falar, se o momento é o certo para se falar e se o que vamos falar, irá ofender ou não alguém. É melhor sermos reconhecidos como cristãos que colecionam palavras agradáveis do que os que acumulam pedidos de perdão!

Que o Espírito Santo de Deus nos ajude a cumprir com esta palavra hoje!

2 comentários

Deixe seus comentários
6 de maio de 2016 20:18 delete

Verdade. Tudo que é demais acaba não prestando e devemos temperar a vida com sabedoria. Pois quem é sábio tem tudo.Uma palavra pode fazer um estrago cruel. Eu sempre comparo as palavras como um travesseiro de pluma jogada ao vendo. Você nunca mais ira juntar todas. Pode até juntar um pouco , mas nunca será a mesma coisa. Sabias Palavras Lainy. Beijão, estou te seguindo.http://deniservdede.blogspot.com.br/
http://deniservdede.blogspot.com.br/

Resposta
avatar
Lainy Anselmo
Autora
7 de maio de 2016 09:14 delete

Verdade Denise! As plumas depois de espalhadas ao vento, dificilmente conseguimos recuperá-las! Cuidemos então das nossas palavras para não magoar aqueles que nos rodeiam ;)
Grande bjo flor e que Deus continue te abençoando! Bjo :*

Resposta
avatar